Tecnologia israelense congelar tumores sem cirurgia

Tecnologia para remover e congelar tumores sem cirurgia começará a ser usada em hospital israelense

Uma inovadora tecnologia israelense que congela tumores e os remove sem cirurgiascomeçará a ser usada no Hospital Eliseu, em Haifa. O tratamento que congela tecidos échamado crioablação e introduz nitrogênio líquido em um circuito fechado, que então congela o local por meio de uma agulha especial, desenvolvida pela empresa israelense IceCure. A técnica é usada para eliminar tumores benignos e malignos.

O procedimento é realizado sem a necessidade de qualquer cirurgia e tem sido bem-sucedido nos vários testes feitos. O Hospital Eliseu anunciou que usará o tratamento, à princípio, para remover tumores benignos de mama e malignos de rim.

Dr. Ran Katz, do Ziv Hospital Tzfat, falou sobre a tecnologia: "A grande singularidade é que em vez de executar uma operação complexa e remover o tecido doente e um tumor de dentro do corpo, podemos chegar ao tumor e matá-lo no lugar".

Uma inovadora tecnologia israelense que congela tumores e os remove sem cirurgiascomeçará a ser usada no Hospital Eliseu, em Haifa. O tratamento que congela tecidos échamado crioablação e introduz nitrogênio líquido em um circuito fechado, que então congela o local por meio de uma agulha especial, desenvolvida pela empresa israelense IceCure. A técnica é usada para eliminar tumores benignos e malignos.

O procedimento é realizado sem a necessidade de qualquer cirurgia e tem sido bem-sucedido nos vários testes feitos. O Hospital Eliseu anunciou que usará o tratamento, à princípio, para remover tumores benignos de mama e malignos de rim.

Dr. Ran Katz, do Ziv Hospital Tzfat, falou sobre a tecnologia: "A grande singularidade é que em vez de executar uma operação complexa e remover o tecido doente e um tumor de dentro do corpo, podemos chegar ao tumor e matá-lo no lugar".

Posted by

amigosdeisrael

Voluntário em Israel a serviço do povo de Deus em obediência ao Próprio.

Você pode gostar...

(1) Comentário

  1. Farah

    Poderia compartilhar o link oficial com a notícia aqui mencionada, para apurar sua veracidade?

    Obrigado

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *